segunda-feira, 29 de agosto de 2016

UMA MULHER


Resultado de imagem para mensagem de mulher como a lua


A Mulher para atingir a sua plenitude precisa ser livre;
Livre de certezas, padrões e posturas.
Ela precisa abandonar seus estereótipos do padrão que foi criado lhe dizendo o que é bom, para poder rasgar-se e encontrar o que ela acredita... ser bom para si.
A Mulher encontra a sua essência quando ela permite sentir vazia de si e dos outros. Quando ela já tem a certeza que nada sabe do que lhe foi dito até o presente momento e parte em busca de encontrar a sua verdade - Aquela regida pelo seu coração.
Não existe padrão para mulher, não existe postura correta.
A única verdade Universal... É que ela é LIVRE e a sua natureza não deve ser reprendida ou pré-julgada.

Ela precisa sentir o que lhe da prazer e o que lhe satisfaz, e para conhecer é necessário vivenciar. Entregar-se para o seu íntimo, para o seu mundo, para o seu desconhecido.
Vicência suas dores, amores, emoções - a sua intensidade.
O cheiro da terra, o gosto da chuva, a suavidade do toque e o prazer do que lhe da vontade
Ausenta-se da sua alma toda mulher que tem medo de si
A mulher assim como a Floresta é Mistério e Vida.

Ao entrar não saberá o que encontrará... Nas brumas se escondem planície de realezas, embaixo das folhas as raízes e tantos outros mistérios. Diversidades sem fim, barulhos e cantos
A beleza multiplicada em tantas faces, assim é a mulher. Com sua claridade e escuridão.
Como a Floresta que nos da vida, a mulher nos traz a vida.
É corpo que acolhe, dela o sustento e o alimento.
Quando ela consegue acessar essa partícula e sentir a Mãe Terra em seu ser e ela no Ventre da Mãe Terra, rasga-se o véu da ilusão e acessa a sua liberdade.

A sua liberdade lhe chega quando ela sai do sentimento que foi colocado em seu inconsciente da fruta proibida do Jardim do Éden para a fruta do Amor da Mãe Terra
A Mulher acessa o Divino que habita em seu ser quando ela acessa a sua liberdade.
E a liberdade da Mulher encontra-se no Respeito que ela mesma tem por si. Enquanto ela ainda se colocar como a fruta de desejo do outro, ela continuará a ser massacrada por uma sociedade machista que a coloca como servidora.

E ela não está aqui para ser o que o outro deseja e sim para ser o que a sua alma é. E por ser reprimida, ela perdeu-se do seu natural e escondeu no seu submundo a beleza do que é ser mulher, anulando-se e colocando-se em um papel aonde por sentir-se inferior enjaula a sua alma por medo de como a sociedade julgará, e com isso agrega a sua história de vida situações e pessoas que a machucam, marcando assim as feridas de uma alma ferina presa por medo de ser livre
A Mulher é bicho solto, é fêmea, é leveza, é dança, é LIBERDADE!

FONTE: Caroline Lenne



Nenhum comentário:

Postar um comentário